Seja Diplomata, Faça Sapientia Recorde de Aprovação no CACD

Matricule-se Agora

Conteúdo Sapiente

Complemente seu Estudo



Fatos Históricos

25 anos do Genocídio de Ruanda

25 anos do Genocídio de Ruanda

Conteúdo postado em 09/04/2019

Olá, Sapientes!

 

Em 7 de abril de 1994, ano em que boa parte de vocês já havia nascido, ocorria um triste episódio que marcaria para sempre nossa história: o Genocídio de Ruanda. Vocês se lembram de quais foram as causas que desencadearam a morte de mais de 800 mil pessoas em apenas 100 dias? A efeméride desta semana é para trazer à memória os detalhes de uma tragédia inesquecível na História Mundial. Vamos a ela!

 

Quais foram os fatores que causaram o Genocídio de Ruanda?

 

Voltando um pouco na história desse país africano, é preciso lembrar que Ruanda esteve sob domínio alemão e, posteriormente, belga, antes de alcançar sua independência. Sob o protetorado belga, a rivalidade étnica entre tutsis e hutus era marcada por uma pressão sobre a alta classe tutsi em explorar, por meio de tributação, uma maioria hutu já desfavorecida economicamente.  

 

Em 1959, os hutus derrubaram a então vigente monarquia tutsi, causando a evasão de dessa etnia para países vizinhos. Fora de seu território, os tutsis criaram o grupo rebelde intitulado Frente Patriótica Ruandesa, que voltou para Ruanda, em 1990, para lutar contra os hutus no poder. A disputa perdurou até 1993, quando um acordo de paz foi celebrado entre as etnias.

 

Em 6 de abril de 1994, um avião em que o presidente hutu de Ruanda viajava foi derrubado, causando o início da campanha pelo extermínio tutsi no país. A ampla projeção desse massacre se deu em razão da própria população rebelar-se entre si e assassinar qualquer tutsi que estivesse ao seu alcance.

 

O conflito só teve fim, quando, com o apoio do exército de Uganda, a Frente Patriótica Ruandesa passou a conquistar mais território e gradualmente a cessar a disputa étnica, com parte da população hutu refugiando-se em outros países.

 

Mas eu devo saber essa data para o CACD?

 

Para o Concurso de Admissão à Carreira Diplomática, além de nos lembramos em qual ano o genocídio ocorreu, é ainda mais importante sabermos em que momento na história o movimento aconteceu, seus motivos e quais as implicações dele no mundo.

 

De fato, História Mundial é uma disciplina de grande relevância para o concurso, tendo em vista o seu notável peso na fase objetiva. Na prova do ano passado, foram 11 questões de um total de 73. Isso significou 15% da nota final dessa primeira fase. No entanto, há que se ter em mente que, na fase dissertativa subsequente, essa matéria não é cobrada, portanto, seu estudo deve ser estrategicamente planejado para não ocupar mais tempo que deveria.

 

E como eu faço um planejamento de estudos para História Mundial?

 

Fiquem tranquilos, pois o Sapientia é o lugar certo para você encontrar a orientação adequada em seu planejamento de estudos não só de História Mundial, como das demais matérias. O nosso corpo docente é reconhecidíssimo no mercado e ele vai te mostrar o passo a passo de como montar a sua estratégia de estudos para todas as disciplinas cobradas no concurso.

 

E este é o momento ideal, pois o nosso curso regular extensivo (CRE) está com uma nova turma em pleno vapor. Todas as matérias são oferecidas com aulas online 100% inéditas, plantão de dúvidas diretamente com os professores e materiais em PDF. Imperdível, né?

 

>>> Conheça mais sobre nosso curso regular clicando aqui.

 

Até a próxima!

 

CACD-diplomata-itamaraty-diplomacia-25-anos-do-genocidio-de-ruanda

ARTIGOS RELACIONADOS