Seja Diplomata, Faça Sapientia Recorde de Aprovação no CACD

Matricule-se Agora

Conteúdo Sapiente

Complemente seu Estudo



Quero ser Diplomata, e agora?

Como vencer o fantasma do medo de não passar no CACD

Como vencer o fantasma do medo de não passar no CACD

Olá, futuras e futuros diplomatas!

 

Então é dezembro, e o que você fez?

 

É época do Natal, das inúmeras confraternizações de amigos, família, trabalho… e de encerrar o ciclo do CACD 2018!

 

O processo do concurso deste ano já está quase no fim. No dia 27 de novembro, foi anunciado o resultado final das fases avançadas. Com isso, inicia-se a perícia médica e a convocação para a heteroidentificação para candidatos negros.

 

O que nos chamou atenção aqui no Sapi é que, em algum momento de sua preparação, todos os nomes listados dentro das vagas tiveram aulas conosco. Isso é uma grande honra!

 

Mas também é verdade que, para os 26 aprovados, existem outros milhares de ceacedistas que não conseguiram dessa vez. Para muita gente, a decepção de não ter passado pode ser tão grande que a pessoa acaba demorando a retomar os estudos, ou sequer volta a estudar.

 

É sempre chato quando falhamos, mas precisamos nos reerguer e não deixar a peteca cair. Mas como fazer isso?

Afinal, o que é preciso para afastar o fantasma do medo de não passar?

 

Se eu vi mais longe, foi por estar no ombro de gigantes

 

A frase acima é de Isaac Newton, sintetizando de forma excelente o progresso científico. Mas também pode te ajudar no caminho rumo ao Itamaraty.

 

Uma ideia comum, porém equivocada, é a de que apenas gênios são aprovados em um concurso tão difícil quanto o CACD. Nada mais distante da realidade! Em regra, são várias tentativas até conseguir ter seu nome no sonhado edital dos aprovados.

 

É o caso de Maurício Gurjão, aprovado em 7º lugar no CACD 2018. Ex-aluno sapiente, é possível encontrar o nome de Maurício nos editais do CACD 2015, 2016 e 2017. Levou algum tempo, mas em 2018 sua aprovação finalmente chegou.

 

Maurício não é nenhum ser de outro planeta, como vocês vão poder comprovar conversando diretamente com ele amanhã, às 20h (horário de Brasília) garanta sua vaga aqui. É mais um estudante que, depois de ter tentado diversas vezes, alcançou seu objetivo.

 

O que distingue os aprovados desse ou de qualquer ano não é uma genialidade fora do comum, mas a persistência. Diversos outros ceacedistas tentaram, falharam algumas vezes, e depois conseguiram. Use a experiência deles a seu favor!

 

Reconecte-se consigo mesmo

 

Sabemos que não é fácil levar o baque de não passar, ainda mais depois de empreender tanto esforço. Isso nos chateia e faz parte do processo.

 

Histórias como a de Maurício servem para nos ajudar a continuar a seguir em frente. Mas isso só é possível se temos clareza em saber o que nos motiva.

 

Se você está chateado com o resultado, busque em você: o que te faz querer se diplomata? Por que você está nessa jornada? Não importa qual seja a resposta, o que importa é que ela seja verdadeira para você. 

 

A persistência é essencial no caminho rumo ao Itamaraty, mas sabemos que é uma jornada árdua. É possível passar logo de primeira; porém, para a maioria dos candidatos, a aprovação só vem depois de alguns anos. É preciso se preparar para isso! Busque forças naquilo que te faz seguir em frente: família, amigos, bichinhos de estimação, um amor, ou até você mesmo…

 

Lembre-se: o jogo não acabou! 2019 já está quase aí, e quem sabe? Você pode ser o Maurício do próximo CACD! Mãos à obra!

 

E para saber mais sobre a trajetória de Maurício, inscreva-se no nosso Papo Sapiente! Lembrando que vai rolar amanha (04/12), às 20h, horário de Brasília.

 

Siga com o Sapi no Facebook e no Instagram!

 

Até a próxima!

ARTIGOS RELACIONADOS