Seja Diplomata, Faça Sapientia Recorde de Aprovação no CACD

Matricule-se Agora

Conteúdo Sapiente

Complemente seu Estudo



Quero ser Diplomata, e agora?

Grupos de Estudos para o CACD funcionam?

Grupos de Estudos para o CACD funcionam?

Olá, Sapientes!

 

O nosso papo de hoje é sobre se vale a pena ou não reunir a galera e montar um grupo de estudos. Será que essa técnica impulsionaria os seus resultados? Seria possível ganhar tempo com isso e agregar ainda mais conhecimento com menos esforço? Bom, vamos analisar juntos alguns fatores.

 

Em um mundo ideal, onde todas as pessoas fossem proativas e quisessem dar o melhor de si, onde todos fizessem sua parte e quisessem doar mais que receber, onde todos cumprissem prazos e assumissem suas responsabilidades, os grupos de estudo seriam 100% recomendados, mas, infelizmente, a gente sabe que não é bem assim.

 

Quando pensamos em um grupo em que as pessoas se reúnem com o intuito de estudarem juntas, nós esperamos que todos se dediquem da forma que nós nos dedicamos. Então, marcamos aquele encontro semanal, distribuímos a leitura para cada membro e preparamos nossa “aula” para explicar o conteúdo cuidadosamente e separar só o “filé” para os nossos colegas. O problema é que nem todos fazem isso e, muitas vezes, inventam desculpas de não terem conseguido cumprir a leitura, para, apenas, aparecem e absorverem conteúdo alheio.

 

Outro detalhe a se observar é o tempo que essa reunião pode acabar tomando em nossa agenda, pois não é raro termos receio de demonstrar nosso desconhecimento sobre a matéria e acabarmos despendendo mais horas que as necessárias preparando a explicação para o encontro. Por esse motivo, quando pensarmos em reunir um grupo, é importante identificarmos se o nível dos participantes – iniciante, intermediário ou avançado – é mais ou menos homogêneo, para que o crescimento aconteça de uma forma harmoniosa e ninguém se sinta deslocado.

 

A dica é: na hora de montar um grupo de futuros diplomatas, tente certificar-se de que todos os membros estejam alinhados com o seu objetivo e, de fato, dispostos a contribuírem generosamente com seu tempo e esforço, para receberem o mesmo em troca. E, com um número pequeno de integrantes, tenha em mente que essas reuniões não podem levar muito tempo com discussões alheias ao conteúdo, pois isso pode consumir minutos preciosos de seu cronograma de leituras e exercícios.

 

Para aqueles que não conhecem ninguém em sua cidade que queira prestar o Concurso de Admissão à Carreira Diplomática, há a possibilidade de reunir colegas virtualmente, porém o cuidado deverá ser redobrado. As pessoas não costumam ser muito responsáveis quando assumem compromissos online e, lamentavelmente, acabam deixado os outros integrantes somente na expectativa.

 

Em resumo, é preciso se ter cautela ao dedicar seu tempo com grupos de estudo. A técnica é maravilhosa e, quando encontramos as pessoas certas, os resultados tendem a ser incríveis. Contudo, isso não é um tarefa fácil. E não pense que os grupos sejam indispensáveis para sua aprovação. Na verdade, eles são apenas uma ferramenta a mais. O grande segredo para passar no CACD é sentar na cadeira, assistir às aulas, ler seus livros e praticar com muitos exercícios.

 

Se você está começando seus estudos para o CACD agora, o Sapientia desenvolveu o Programa Primeiros Passos para oferecer orientações básicas e te ajudar a planejar sua preparação. As aulas são 100% online e os professores são experts no assunto. Em vez de se preocupar em montar um grupo de estudos neste momento, que tal fazer um tour guiado pelo edital do concurso com nossos especialistas?

 

>>> Curtiu? Conheça mais sobre o Programa Primeiros Passos aqui.

 

Até a próxima!

 

CACD-diplomata-itamaraty-diplomacia-grupos-de-estudos-para-o-cacd-funcionam

ARTIGOS RELACIONADOS