Seja Diplomata, Faça Sapientia Recorde de Aprovação no CACD

Matricule-se Agora

Conteúdo Sapiente

Complemente seu Estudo



Quero ser Diplomata, e agora?

Qual a história por trás do CACD?

Qual a história por trás do CACD?

Olá, Sapientes!

 

Na semana passada, precisamente no dia 18 de abril, o Instituto Rio Branco comemorou 74 anos de sua criação, mas vocês sabem o porquê exatamente de sua fundação? E o processo de seleção de diplomatas? Será que ele sempre teve esse formato que conhecemos?  Muito bem, hoje é dia de matar essa curiosidade e revelar um pouquinho mais acerca dessa instituição que nos preparará futuramente para a carreira diplomática. Vamos lá!

 

Por que o Instituto Rio Branco foi criado?

 

Em 20 abril de 1945, comemorava-se o centenário do nascimento de José Maria Paranhos da Silva Júnior, o Barão do Rio Branco, e, nessa ocasião, dois dias antes, aproveitando-se o momento festivo para a carreira diplomática, era fundado o Instituto Rio Branco.

 

Inicialmente, o objetivo era criar um órgão que fosse responsável pela formação do corpo de funcionários admitido no Ministério das Relações Exteriores e manter um núcleo de estudos que debatesse acerca da diplomacia e das relações internacionais. Atualmente, o Instituto Rio Branco é conhecido internacionalmente e considerado referência no quesito de academia diplomática. Sensacional, né?

 

O CACD sempre teve o mesmo formato de seleção?

 

Na verdade, não. Desde 1946, a seleção de novos diplomatas é responsabilidade única do Instituto Rio Branco, porém, antes do atual formato do CACD, o ingresso na carreira poderia se dar por meio de exame de admissão e posterior aprovação no Curso de Preparação à Carreira de Diplomata (CPCD) ou, ainda, por contratação direta, sem necessidade de participação no curso preparatório, porém com aprovação no exame de seleção.

 

Foi somente a partir de 1996 que o processo seletivo passou a denominar-se Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata e a frequência e aprovação no curso de formação passou a ser obrigatória para se exercer a profissão. Desde então, a periodicidade para a realização do concurso firmou-se como anualmente – algumas vezes, até duas vezes ao ano –, o que pode ser observado até os dias de hoje. Virou tradição mesmo!

 

Ser diplomata é o seu objetivo de vida?

 

Então não perca a oportunidade de estudar com a gente. Se você está começando seus estudos para o CACD agora, o Sapientia oferece o Curso Regular Extensivo, com orientações passo a passo acerca de todo o conteúdo necessário a ser estudado e a bibliografia indicada para cada item do edital. Sem contar que as aulas são on-line e 100% inéditas, com plantão de dúvidas diretamente com nosso time de experts e material em PDF disponibilizado aos alunos. Curtiu? Vem com a gente!

 

>>> Saiba mais sobre o nosso curso regular clicando aqui.

 

Até a próxima!

 

CACD-diplomata-itamaraty-diplomacia-qual-a-historia-por-tras-do-cacd

ARTIGOS RELACIONADOS