Seja Diplomata, Faça Sapientia Recorde de Aprovação no CACD

Matricule-se Agora

Conteúdo Sapiente

Complemente seu Estudo



Sugestão de Leitura

Sugestão de leitura para o CACD: A noção de cultura em Ciências Sociais

Sugestão de leitura para o CACD: A noção de cultura em Ciências Sociais

Conteúdo postado em 14/04/2022

Olá, sapientes!

 

Quem aqui já se deparou com a dúvida sobre o que fazer para se preparar para o conteúdo da redação de português do CACD? Para lidar com esse desafio, precisamos saber o que é cobrado nessa fase, né? Pois bem, junto com os temas relacionados com identidade, nacionalismo e literatura, uma coisa que aparece bastante nas questões discursivas de Português do CACD são debates relacionados com a ideia de cultura.

 

E, para darmos uma forcinha nessa parte da preparação para o CACD, temos o livro perfeito para indicar: “A noção de cultura em Ciências Sociais”, de Denys Couche, um sociólogo e antropólogo francês. 

 

Essa publicação francesa de 1996 foi traduzida para o português em 1999, por sua importância e interessantes considerações sobre a cultura.  Couche afirma, no livro, que a perspectiva das ciências sociais sobre a sociedade depende da cultura. Ela é o aspecto que serve para entender a diversidade dos indivíduos, como integrantes da humanidade, mas sem levar em conta a diversidade biológica dos seres humanos. 

 

Aculturação, hierarquia cultural e de identidade

 

Ao aprofundar essas ideias, o autor formula três conceitos centrais:  aculturação, hierarquia cultural e de identidade. O primeiro representa os fenômenos consequentes de um movimento de contato e aproximação entre grupos de diferentes culturas, que geraria um acúmulo de culturas e mudanças culturais em um ou mais grupos, mas não “desculturação”, ou seja, a temida destruição da cultura. Em outras palavras, a aculturação não é sobre mudança cultural ou apenas assimilação de outra cultura, mas um processo complexo de soma de culturas.

 

Em relação à hierarquia, Couche classifica diferentes culturas em patamares diferentes. O autor explica que o estabelecimento de uma cultura em um povo é um processo histórico que reflete relações sociais, marcadas pela hierarquia. Sendo assim, as diferentes culturas que caracterizam diferentes grupos sociais de uma mesma nação, como a cultura popular, a cultura de massa, a cultura operária, etc, acabam por adquirir, ao longo do tempo, valores sociais diferentes, sendo também socialmente hierarquizadas entre si e sofrendo contatos e tensões. Assim, há culturas que são mais fortes e outras que têm menor capacidade de resistir a imposições.

 

O terceiro ponto central do livro é o conceito de identidade. O autor diferencia esse conceito em relação ao de cultura, mostrando que, em termos sociais, este depende de um processo inconsciente de longo prazo, enquanto aquele depende de normas e padrões conscientemente acolhidos pelo indivíduo, mesmo quando dizem respeito a etnia, raízes locais ou sexualidade. 

 

O que a gente pode perceber é que o livro de Denys Cuche é complexo e interessante, além de ser bastante útil para entender melhor os estudos de outras áreas das ciências sociais. Sendo assim, a conclusão só pode ser uma: vale a pena separar um tempinho para ler “A noção de cultura em Ciências Sociais”.

 

Quer se preparar para o CACD, mas não sabe como começar?

 

Para auxiliar você que está começando os preparos para o Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD), mas ainda não sabe qual é o curso mais indicado para o que você precisa, o Sapientia oferece uma Orientação Pedagógica Individual 100% à distância e gratuita. Quer saber como ela funciona? É simples! Com base em uma análise do seu perfil, o time de cuidados do Curso Sapientia esclarece suas dúvidas sobre planejamento para o Concurso do Itamaraty e indica o programa de estudos que melhor se encaixa nas suas necessidades. 

 

 

 >>> Saiba mais sobre a nossa orientação 100% gratuita clicando aqui.

 

 

Bons estudos!

 

sugestao-de-leitura-para-o-cacd-o-quinze

ARTIGOS RELACIONADOS