Seja Diplomata, Faça Sapientia Recorde de Aprovação no CACD

Matricule-se Agora

Conteúdo Sapiente

Complemente seu Estudo



Fatos Históricos

130 anos da Proclamação da República

130 anos da Proclamação da República

Conteúdo postado em 19/11/2019

Olá, Sapientes!

 

Sexta-feira passada foi um feriado muito bem-vindo na vida de muitos ceacedistas, não foi mesmo? Tivemos mais tempo para estudar e pudemos até relaxar um pouco mais com a família, mas será que todo mundo se lembrou de que o feriado foi em razão dos 130 anos redondinhos da Proclamação da República? E será que o contexto desse importante acontecimento histórico está bem fresco na memória de todos que estudam para o Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD)? Bem, por via das dúvidas, vamos relembrar alguns detalhes sobre esse fato que mudou o rumo de nossa história.

 

A década de 1870 foi marcada por grandes sinais de que o Segundo Reinado estava, de fato, em crise. Segundo Boris Fausto, em sua obra História do Brasil, alguns desses sinais eram “o início do movimento republicano e os atritos do governo imperial com o Exército. Além disso, o encaminhamento do problema da escravidão provocou desgastes nas relações entre o Estado e suas bases sociais de apoio.”

 

Nesse sentido, no ano de 1873, em um evento para a inauguração da Estrada de Ferro em Itu, deu-se a criação do movimento republicano conservador de maior expressão no país, o Partido Republicano Paulista (PRP), a partir da reunião de 133 republicanos, sendo sua maioria composta por donos de fazendas de café. De acordo com Boris Fausto, “o ponto fundamental do programa do partido consistia na defesa da federação, ou seja, de um modelo de organização política do pais em que as unidades básicas são as províncias.”

 

A Monarquia não se manteve imóvel diante dos indícios republicanos que sondavam seu poder, porém suas iniciativas de reforma “pareciam insuficientes para as correntes reformistas e radicais aos olhos dos conservadores”, segundo Boris Fausto. Em 11 de novembro de 1889, importantes nomes da sociedade civil e militar tentaram convencer Marechal Deodoro da Fonseca de encabeçar um movimento contra o regime monárquico, embora ele tivesse laços com o Imperador.  Ele resistia à ideia, porém uma série de boatos envolvendo sua prisão e possíveis reduções no quadro do Exército forçaram-no a seguir com o plano adiante.

 

Em 15 de novembro de 1889, Marechal Deodoro, em comando da tropa, marchou para onde se encontravam os líderes da Monarquia no Rio de Janeiro. Não se sabe exatamente se ele apenas derrubou o Ministério de Ouro Preto ou se chegou a proclamar a República, mas o fato é que, no dia seguinte, a Monarquia já não mais se sustentava. Para Boris Fausto, “o episódio de 15 de novembro resultou da iniciativa quase exclusiva do Exército, que deu um pequeno mas decisivo empurrão para apressar a queda da Monarquia.” Bom, está aí um evento de nossa história sobre o qual precisamos estudar os mínimos detalhes, vocês não acham? Então, partiu Boris Fausto!

 

Ser diplomata está em seus planos?

 

Se você está começando agora sua preparação para o CACD, o Sapientia acaba de abrir uma turma novinha para o Programa Primeiros Passos, que vai te ajudar a traçar a melhor estratégia de estudos para o concurso e sistematizar seu planejamento. Trata-se de um treinamento 100% on-line, desenvolvido sob medida para quem precisa de orientações básicas para engatar de vez os estudos para o CACD. E isso vale, também, para aqueles que já iniciaram sua preparação e estão precisando de uma forcinha extra para atualizar suas estratégias. E aí, curtiu?

 

>>> Conheça mais sobre o Programa Primeiros Passos clicando aqui.

 

Até a próxima!

 

130-anos-da-proclamacao-da-republica

ARTIGOS RELACIONADOS