Seja Diplomata, Faça Sapientia Recorde de Aprovação no CACD

Matricule-se Agora

Conteúdo Sapiente

Complemente seu Estudo



Atualidades

A relação comercial entre o Brasil e países africanos

A relação comercial entre o Brasil e países africanos

Conteúdo postado em 27/04/2022

Olá, sapientes!

 

O continente africano é o espaço que apresenta mais potencial de crescimento na atualidade. O Brasil tem relações com a África que remetem aos anos 1960, mas há o risco de perda de espaço para a China, que tem se tornado o principal parceiro comercial da maioria desses países.

 

Com isso, o Blog Sapi fez um apanhado sobre a relação comercial do Brasil com o continente na atualidade. 

 

A começar pelas exportações do Brasil para a África, que seguiram uma tendência de crescimento ano após ano desde 2002, chegando ao ápice em 2010 e começando a decrescer desde então. Ainda assim, com exceção de momentos de crise, o Brasil se beneficiou das trocas comerciais, sucessivamente superavitárias desde 2016, principalmente em dois anos recorde. O primeiro, em 2011, quando obteve o maior montante exportado, de US$12,2 bilhões. O outro, em 2017, quando atingiu o maior volume exportado: um total de 23 milhões de toneladas.

 

Queda da relação comercial

 

Entre 2018 e 2019, a queda da relação comercial foi grave, devido à pandemia de covid-19. No entanto, o comércio começou a se recuperar já em 2020 e, em 2022, as importações africanas subiram 64% no primeiro trimestre, atingindo US$ 2,3 bilhões. O comércio caiu muito nesses dois anos devido majoritariamente à diminuição do nível das importações de petróleo. Sendo assim, o país que mais sofreu com essa queda foi um grande exportador de petróleo, a Nigéria, que perdeu espaço para o Marrocos no ranking dos principais parceiros do Brasil na região.

 

Consequentemente, ao considerar os parceiros individuais do Brasil na África, o Marrocos foi o maior exportador para o Brasil até 2021, mas já no início de 2022, a Nigéria recuperou esse posto. Argélia, África do Sul e Egito também são usualmente alguns dos principais países africanos que exportam para o Brasil.

 

Importações

 

Já em relação às importações, esses mesmos países também são responsáveis por comprar a maior parte dos produtos brasileiros na África. A diferença é que o Egito é usualmente o país que mais importa para o Brasil e com quem o  Mercosul  já  tem  acordo  de  livre  comércio  em vigor. Os principais produtos importados pelo Egito no primeiro trimestre de 2022 foram milho e carne halau, uma carne abatida segundo processos que respeitam a lei islâmica, que também é bastante importada pelos Emirados Árabes Unidos e Arabia Saudita. Podemos citar também soja e minério de ferro como alguns dos principais produtos exportados para esse país.

 

Ainda conforme dados do Comex Stat, em 2021 e no início de 2022, os principais produtos exportados para a África, em geral, foram açúcares e melaços, seguidos de milho e carnes de aves, em 2021, e soja e trigo, em 2022. Do lado do que importamos, estão, principalmente, adubos ou fertilizantes químicos e Óleos brutos de petróleo.

 

Em 2021, entrou em vigor o Acordo Continental Africano de Livre-Comércio (AfCFTA, na sigla em inglês) assinado por quase todos os países, com exceção apenas da Eritreia. Esse acordo objetiva não só facilitar o comércio de bens, como também o de serviços e incentivar a circulação de pessoas. Com o AfCFTA, o continente africano eliminará gradualmente tarifas em 97% das classificações de bens em um período de 13 anos.

 

Quer se preparar para o CACD, mas não sabe como começar?

 

Para auxiliar você que está começando os preparos para o Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD), mas ainda não sabe qual é o curso mais indicado para o que você precisa, o Sapientia oferece uma Orientação Pedagógica Individual 100% à distância e gratuita. Quer saber como ela funciona? É simples! Com base em uma análise do seu perfil, o time de cuidados do Curso Sapientia esclarece suas dúvidas sobre planejamento para o Concurso do Itamaraty e indica o programa de estudos que melhor se encaixa nas suas necessidades. 

 

 

 >>> Saiba mais sobre a nossa orientação 100% gratuita clicando aqui.

 

 

Bons estudos!

sugestao-de-leitura-para-o-cacd-o-quinze

ARTIGOS RELACIONADOS