Seja Diplomata, Faça Sapientia Recorde de Aprovação no CACD

Matricule-se Agora

Conteúdo Sapiente

Complemente seu Estudo



Fatos Históricos

Quem foi Urquiza?

Quem foi Urquiza?

Conteúdo postado em 18/08/2021

Olá, sapientes!

 

Justo José de Urquiza foi um federalista que conseguiu o apoio do Brasil para chegar ao poder do Estado que hoje conhecemos como Argentina. Por isso, vamos ver, por meio de fatos históricos, quem foi essa figura importantíssima para a história das relações internacionais do Brasil!

 

Urquiza, assim como os outros proprietários de terras das províncias, era um dos principais exportadores (carne, gado e couro) e, por isso, era um dos grandes responsáveis pela renda aduaneira de Buenos Aires e sentia-se, assim, no direito de demandar a nacionalização, ou seja, a distribuição dessa renda para o resto do país. No entanto, é óbvio que a elite de Buenos Aires, detentora do poder político, não ficava feliz com a ideia de dividir a renda do porto. E para piorar a vida dos caudilhos do interior, Juan Manuel de Rosas, então presidente da Argentina, naquele momento conhecida como Províncias Úmidas do Prata, decidiu proteger os interesses unitaristas da elite portenha, apesar de ter chegado ao poder com um discurso de representante do federalismo (o que quer dizer que, teoricamente, era para ele defender a descentralização de poder e não concentrar o poder decisório em Buenos Aires).

 

O opositor de Rosas

 

Ao chegar à presidência, Rosas fez uma política centralizadora que dificultava o transporte de mercadorias nos rios da bacia do Prata, prejudicando a província de Entre Rios. É nesse contexto que Urquiza desponta como opositor de Rosas, assim como  o Brasil, que também desejava a derrubada de Rosas para facilitar a livre navegação na bacia do Prata. E no estilo "inimigo do meu inimigo é meu amigo", os exércitos de Entre Ríos e do Império do Brasil uniram-se em uma guerra contra Rosas (1851-1852).

 

O papel de Urquiza na derrota de Rosas

 

Governador de Entre Rios desde dezembro de 1841, Justo José de Urquiza participou nesse conflito  coordenando a força militar da união formada entre o Império, o governo uruguaio e as províncias de Corrientes e Entre Rios. E, em 3 fevereiro de 1852, na batalha de Monte Casseros, Rosas foi derrotado. Com Urquiza assumindo a presidência da confederação, o interesse brasileiro foi atendido e os rios da bacia do Prata foram abertos à navegação.

 

Ainda assim, as elites de Buenos Aires não aceitaram as políticas propostas por Urquiza e formaram um governo independente, sob o comando de Bartolomé Mitre, um unitarista, entre 1854 e 1861.

 

O fim do governno de Urquiza

 

Foi só em setembro de 1861 que o governo de Urquiza chegou ao fim, com a batalha de Pavón. Mitre conseguiu, naquele ano, derrotar seu opositor e reunificar a Argentina sob o comando de Buenos Aires. 

 

Ser diplomata está em seus planos?

 

Para você que está começando agora sua preparação para o Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD) e também para você que já se prepara há algum tempo e busca uma estratégia de estudos dinâmica e eficiente, o Sapientia desenvolveu a Trilha Regular Extensiva (TRE), um programa completo pensado para otimizar sua preparação, perpassando todos os itens do edital do concurso de forma sólida e pragmática. A TRE utiliza o que há de melhor dos recursos multimídia para unir teoria, prática e aprofundamento para te auxiliar a atingir um ótimo resultado no Concurso da Diplomacia. Curtiu a ideia?

 

 >>> Conheça mais sobre nosso curso regular clicando aqui.

 

Até a próxima!

sugestao-de-leitura-para-o-cacd-o-quinze

ARTIGOS RELACIONADOS