Seja Diplomata, Faça Sapientia Recorde de Aprovação no CACD

Matricule-se Agora

Conteúdo Sapiente

Complemente seu Estudo



Quero ser Diplomata, e agora?

A iluminação no ambiente de estudos para o CACD

A iluminação no ambiente de estudos para o CACD

Olá, Sapientes!

 

Alguém aí já parou para observar a iluminação do ambiente em que estuda para o Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD)? Pode parecer algo muito acessório, mas a qualidade da luz que incide sobre nossos livros pode, sim, contribuir ou comprometer nosso desempenho. E foi pensando nisso que resolvemos trazer algumas questões para que, juntos, possamos refletir sobre o assunto – não, esse não foi um trocadilho intencional – e avaliar se há algum ajuste que podemos promover a partir de agora. Vamos lá?

 

O olho humano é um órgão que tem como papel captar a luz emitida a nossa volta. Quando um ambiente tem muita luminosidade, a pupila se contrai, e quando há pouca incidência, a pupila se expande, para que possa captar mais luz e, assim, formar a imagem. Essa contração e expansão ocorre, portanto, para que a pupila possa se adequar à luz em quantidade não natural aos nossos olhos, tornando maior o esforço de nossos olhos. E é justamente esse excesso de trabalho ocular que pode acabar comprometendo nosso rendimento nos estudos.

 

Por exemplo, alguma vez vocês já sentiram dor de cabeça, porque chegaram à conclusão que estudaram demais? Bem, talvez a causa não tenha sido bem essa, mas, sim, uma leitura prolongada em um ambiente mal favorecido pela iluminação. É possível que a luz insuficiente tenha causado um esforço visual maior que o necessário e tenhamos forçado a visão para realizar uma tarefa relativamente simples. Ou, ainda, que uma luz muito forte tenha tornado nossa retina mais sensível e irritada. Imaginem só todo nosso planejamento de estudos ir por água abaixo em razão de uma sala mal iluminada...

 

Nesse sentido, quando falamos de luz voltada para os estudos, o ideal seria um ambiente com iluminação natural, porém nem sempre isso é possível, não é mesmo? Muitos de nós estudam à noite, o que, nesse caso, obriga-nos o uso de luz artificial. Mas isso não impede que consigamos uma iluminação adequada. Pelo contrário. É possível utilizarmos a iluminação artificial, simulando a luz natural do dia, sem ser muito clara ou escura, e evitando a formação de sombras quando estivermos lendo. Também é bacana nos preocuparmos se a lâmpada não está diretamente projetada em nosso campo de visão, para que não nos gere ofuscamento.

 

Ah, e para aqueles que fazem uso constante de cadernos e fichas e que tenham uma luminária sobre a mesa, é importante posicioná-la no lado oposto da mão da escrita, evitando, novamente, a formação de sombras. Se você é destro, a luminária precisa ficar ao seu lado esquerdo e vice-versa.

 

É isso aí, caros ceacedistas. São dicas simples como essas que podem fazer grande diferença em nossa jornada rumo ao Itamaraty. Boa iluminação e ótimos estudos a todos!

 

E como eu me preparo para o CACD 2020?

 

Para você que está começando agora sua preparação para o CACD e também para você que já se prepara há algum tempo e busca uma estratégia de estudos dinâmica e eficiente, o Sapientia acaba de lançar a Trilha Regular Extensiva (TRE), um programa pensado para otimizar sua preparação, perpassando todos os itens do edital do concurso de forma sólida e pragmática. A TRE utiliza o que há de melhor dos recursos multimídia para unir teoria, prática e aprofundamento. Curtiu a ideia?

 

 >>> Conheça mais sobre nosso mais novo curso regular clicando aqui.

 

Até a próxima!

 

a-iluminacao-no-ambiente-de-estudos-para-o-cacd

 

sugestao-de-leitura-para-o-cacd-o-quinze

ARTIGOS RELACIONADOS