Seja Diplomata, Faça Sapientia Recorde de Aprovação no CACD

Matricule-se Agora

Conteúdo Sapiente

Complemente seu Estudo



Quero ser Diplomata, e agora?

Existe um número de horas de estudo ideal para o CACD?

Existe um número de horas de estudo ideal para o CACD?

Olá, Sapientes!

 

Vocês já pararam para pensar se existe um número ideal de horas diárias de estudo quando o assunto é dedicar-se para o Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD)? Bem, o nosso objetivo aqui hoje é justamente investigar esse assunto e trazer algumas reflexões acerca desse assunto tão questionado no universo dos concursos. E aí, preparados?

 

Primeiramente, é preciso deixar claro que, quando falamos em horas de estudo, estamos nos referindo ao período ativo de estudos, em que nos sentamos na cadeira e abrimos um livro ou fazemos algum exercício. O tempo dedicado a assistir às aulas, embora essencial, acaba entrando em outra categoria, por ser um momento de absorção de conteúdo de uma forma em que não somos necessariamente os agentes da informação, ok?

 

O segundo ponto que queremos esclarecer aqui é que cada um tem suas particularidades e sua rotina estabelecida. Portanto, não é porque o fulano passou estudando 10 horas por dia, que nós não alcançaremos nossa aprovação tendo “apenas” 4 horas disponíveis. Tudo vai depender de um bom planejamento de estudos e da forma com que aproveitamos as horas que temos livres, combinado?

 

Seguindo esse raciocínio, o terceiro aspecto a ser ressaltado é que, em matéria de horas de estudo, a qualidade é sempre mais importante que a quantidade. Muita gente acaba contabilizando o tempo total de estudos do momento em que se senta na cadeira até o instante em que decide encerrar suas atividades. Mas e aqueles minutos em que paramos pra tomar um café, pra checar as redes sociais, pra conversar com alguém ou, até, pra olhar em um ponto fixo da parede e repensar nossas escolhas de vida desde os nossos cinco anos de idade? Tudo isso tem impacto sobre nosso rendimento, não acham?

 

Por fim, o quarto ponto para nos atentarmos é que cada organismo tem um nível de estafa, seja ele físico ou mental. De nada adianta destinarmos 8 horas ininterruptas aos estudos, se o nosso cérebro se cansar ou se nossa coluna começar a doer após as 4 primeiras horas. Para se chegar a um alto rendimento nos estudos, é preciso adquirir condicionamento. E isso é só vem com a prática diária, de tijolinho em tijolinho mesmo.

 

Nossa conclusão, portanto, é que, mesmo que tenhamos o dia inteiro livre para estudar ou que consigamos, apenas, unir 4 horas picadas ao longo do dia, o número total de horas de estudo não será, por si só, o fator determinante de nossa aprovação. O ideal, na verdade, é que sejam estabelecidas metas razoáveis em nossa rotina e que as cumpramos independentemente do tempo total que tenhamos ao longo do dia. É preferível 2 horas de alta concentração nos livros a 8 horas de suposta dedicação aos estudos, concordam?

 

Ser diplomata é o seu objetivo de vida?

 

Então não perca a oportunidade de estudar com a gente. Se você está começando seus estudos para o CACD agora, o Sapientia acaba de abrir novas turmas para o Curso Regular Extensivo (CRE), com orientações passo a passo acerca de todo o conteúdo necessário a ser estudado e a bibliografia indicada para cada item do edital. Sem contar que as aulas são on-line e 100% inéditas, com plantão de dúvidas diretamente com nosso time de experts e material em PDF disponibilizado aos alunos. Curtiu? Então, vem com a gente!

 

>>> Saiba mais sobre o nosso curso regular clicando aqui.

 

Até a próxima!

 

existe-um-numero-de-horas-de-estudo-ideal-para-o-cacd

ARTIGOS RELACIONADOS