Seja Diplomata, Faça Sapientia Recorde de Aprovação no CACD

Matricule-se Agora

Conteúdo Sapiente

Complemente seu Estudo



Quero ser Diplomata, e agora?

O Ômega 3 pode ajudar nos estudos para o CACD?

O Ômega 3 pode ajudar nos estudos para o CACD?

Olá, Sapientes!

 

Muitos de nós adorariam uma ajudinha extra se o assunto fosse melhoria na capacidade de memorização, não é mesmo? E se disséssemos que esse aprimoramento pode ser positivamente influenciado pela inserção de alguns alimentos em nossas refeições diárias? Pois bem, isso é possível sim e o nosso papo de hoje é sobre este supernutriente já bem difundido entre aqueles que buscam uma alimentação mais saudável: o Ômega 3, porém com um enfoque para seus benefícios sobre nossa rotina de estudos. E, aí, curtiram? Então vamos a algumas curiosidades!

 

O Ômega 3, carinhosamente conhecido como “gordura do bem”, é uma gordura poli-insaturada, da família dos ácidos graxos, sendo sua composição apresentada em três formas: o ácido alfa-linolênico (ALA), o ácido eicosapentaenoico (EPA) e o ácido docosaexaenoico (DHA). O EPA e o DHA são aqueles encontrados em peixes de água salgada e o ALA é extraído por meio de vegetais.

 

Os ácidos graxos são classificados como essenciais, já que nosso corpo não é capaz de produzi-los. Eles têm ação anti-inflamatória e beneficiam a saúde de nosso coração, cérebro e circulação sanguínea. Nesse sentido, muitas pessoas acabam fazendo o uso do Ômega 3, pois já ouviram falar que ele aumenta os níveis do colesterol HDL – o “colesterol bom” – e diminui os níveis de colesterol LDL – o “colesterol ruim”, não é verdade? E essa influência positiva tende a se confirmar, embora as pesquisas científicas não tenham obtido todas as comprovações necessárias a esse respeito.

 

Em relação aos benefícios do Ômega 3 para nossa rotina de estudos, aquele ácido docosaexaenoico, o DHA, pode ser um grande aliado nessa empreitada, já que possui ação antioxidante, favorecendo nosso sistema cognitivo e as conexões necessárias entre os neurônios. Isso significa um impacto sobre nossa memória, atenção e raciocínio, ou seja, tudo o que precisamos neste momento, não é?

 

A melhor forma de ingerir o Ômega 3 é por meio de uma alimentação balanceada e rica em peixes de água salgada como o atum, o namorado, o salmão e a sardinha. Ah, o camarão também entra nessa lista. Os vegetais também são fontes dessa “gordura amiga”, sendo os mais indicados o brócolis, a couve, o espinafre, a rúcula, além de oleaginosas e sementes como as castanhas, nozes, chia e linhaça. É possível, ainda, obtermos a ingestão de Ômega 3 por meio de suplementos alimentares, mas, aí, precisamos ficar atentos se eles são, de fato, ultrafiltrados, livres de mercúrio e armazenado em frascos de coloração escura. E, claro, quanto maior a concentração de EPA e DHA, melhor será sua qualidade.

 

Apenas atentem-se ao fato de que nem todo mundo pode fazer o uso dessa gordura. Gestantes, pessoas que façam usam de anticoagulantes ou que tenham algum distúrbio de coagulação e pessoas alérgicas a frutos do mar são bons exemplos disso. Na dúvida, devemos sempre consultar um profissional para que façamos o uso da melhor forma e que obtenhamos os melhores resultados em função desse hábito, combinado?

 

Ser diplomata está em seus planos?

 

Se você está começando agora sua preparação para o Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD), o Sapientia acaba de abrir uma turma novinha para o Programa Primeiros Passos, que vai te ajudar a traçar a melhor estratégia de estudos para o concurso e sistematizar seu planejamento. Trata-se de um treinamento 100% on-line, desenvolvido sob medida para quem precisa de orientações básicas para engatar de vez os estudos para o CACD. E isso vale, também, para aqueles que já iniciaram sua preparação e estão precisando de uma forcinha extra para atualizar suas estratégias. E aí, curtiu?

 

>>> Conheça mais sobre o Programa Primeiros Passos clicando aqui.

 

Até a próxima!

 

ARTIGOS RELACIONADOS