Seja Diplomata, Faça Sapientia Recorde de Aprovação no CACD

Matricule-se Agora

Conteúdo Sapiente

Complemente seu Estudo



Sugestão de Leitura

Sugestão de leitura para o CACD: Os jacobinos negros

Sugestão de leitura para o CACD: Os jacobinos negros

Conteúdo postado em 28/02/2020

Olá, futuros diplomatas!

 

Entre 2004 e 2017, o Brasil comandou o componente militar da MINUSTAH, a missão de paz da ONU no Haiti, sendo de grande importância para a reestruturação desse frágil país. Mas por que o Haiti é hoje o país mais pobre da região se foi a primeira nação da América Latina a alcançar a independência? C. L. R. James responde essa e outras questões no livro Jacobinos Negros: Toussaint L'Ouverture e a Revolução de São Domingos. Então confere a sugestão de leitura dessa semana!

 

Mesmo tendo sido escrito em 1938, ainda hoje é uma tarefa difícil encontrar algum estudo sobre escravidão e abolição no Haiti que não cite o livro Jacobinos Negros. Publicando o livro na década de 1930, durante o auge dos fascismos em todo o mundo, C. L. R. James passou por cima de preconceitos raciais e mostrou o valor da luta da população haitiana.

 

O autor faz um relato minucioso da insurreição de escravos que teve início em 1791 e expulsou os colonizadores franceses de São Domingos, antigo nome do país. A colônia era conhecida como a "pérola das Antilhas" durante o século XVIII, devido a sua gigantesca produção de açúcar e grande importância para a economia francesa. Com uma população negra escrava muito maior que a branca livre, não é difícil entender porque a revolução pôde, em pouco tempo, tomar o poder do país e estabelecer a primeira república da América Latina. No Brasil, a independência do haiti gerou o chamado “medo do haitianismo”, temor de uma revolução movida pela grande população negra, daí o incentivo ao projeto de “embranquecimento” da população desde o século XVIII.

 

Apesar da vitória contra a potência europeia, o Haiti foi isolado da economia internacional, dando um destino trágico para a economia do país, que até então era dependente da exportação do açúcar. Na época, até Estados Unidos, que já era uma república, continuava sendo uma sociedade escravocrata. No final, a ilha caribenha foi "condenada" ao atraso por sua ousadia. 

 

De forma geral, Jacobinos Negros é uma boa fonte de estudo sobre a revolta dos explorados contra os exploradores, dos negros contra a escravidão, da América Latina contra o colonialismo e das formas de opressão contra as quais se levantou a revolução haitiana.

 

Se tornar um diplomata é o seu objetivo?


Para você que está começando agora sua preparação para o CACD e também para você que já se prepara há algum tempo e busca uma estratégia de estudos dinâmica e eficiente, o Sapientia acaba de lançar a Trilha Regular Extensiva (TRE), um programa pensado para otimizar sua preparação, perpassando todos os itens do edital do concurso de forma sólida e pragmática. A TRE utiliza o que há de melhor dos recursos multimídia para unir teoria, prática e aprofundamento. Curtiu a ideia?

 >>> Conheça mais sobre nosso mais novo curso regular clicando aqui.

Bons estudos e boas leituras!

 

sugestao-de-leitura-para-o-cacd-os-jacobinos-negros

ARTIGOS RELACIONADOS