Seja Diplomata, Faça Sapientia Recorde de Aprovação no CACD

Matricule-se Agora

Conteúdo Sapiente

Complemente seu Estudo



Quero ser Diplomata, e agora?

Esforços da diplomacia brasileira na Nigéria

Esforços da diplomacia brasileira na Nigéria

Olá, sapientes!

 

País mais populoso da África, com cerca de 200 milhões de habitantes, e uma das maiores economias do continente, com grande expectativa de crescimento para as próximas décadas, a Nigéria está se tornando um ator global de crescente relevância nos foros mundiais. Assim, o Blog Sapi não podia deixar de falar sobre essa República que vem ganhando destaque, né?

 

Desde a declaração da independência do país africano, em 1960, o Itamaraty tem buscado construir boas relações com esse Estado. Mais recentemente, em 2018, o então presidente Michel Temer recebeu, no Palácio do Planalto, a visita do ministro dos Negócios Estrangeiros da Nigéria, Geoffrey Onyeama, para discutir cooperações e projetos nas áreas de agricultura, pecuária e estímulo a produções audiovisuais conjuntas. No ano seguinte, em 2019, o Ministro Ernesto Araújo visitou a Nigéria, demonstrando a importância de Abuja para o processo de recuperação econômica brasileiro.

 

Nigéria VS Petróleo

 

Hoje, a Nigéria tem relações comerciais superavitárias em relação ao Brasil, que importa, principalmente, petróleo, já que o golfo da Guiné, formado por parte do mar territorial da Nigéria, apresenta importantes investimentos da Petrobras. Segundo a estatal, após a crise de 2014, a produção de petróleo na Nigéria sofreu certo impacto com as desestatizações, mas ainda continua gerando ganhos consideráveis para o Brasil. O portal da Petrobras também explica que os investimentos na Nigéria já geraram mais de US$ 300 milhões após o acordo de joint venture com a BTG. Por outro lado, outras atividades exploratórias da Petrobras na África não resultaram em descobertas de poços viáveis, apesar de terem custado aproximadamente US$ 200 milhões somente em três poços, no Benin e Gabão. 

 

Desafios sociopolíticos e de segurança

 

O maior problema da região está nas atividades do Boko Haram, grupo terrorista ligado ao Estado Islâmico, que vem gerando instabilidades políticas e problemas de segurança na última década. Os ataques generalizados contra civis diminuíram consideravelmente em comparação com 2013 e 2014, quando os jihadistas sequestram 276 meninas cristãs em uma escola em Chibok para forçar sua conversão ao islamismo, provocando uma onda de indignação global. 

 

Se os desafios sociopolíticos e de segurança da Nigéria forem superados, o país passará a apresentar grande potencial não só para as relações com o Brasil, mas também com todo o sistema internacional.

 

 

Ser diplomata está em seus planos?

 

Para você que está começando agora sua preparação para o Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD) e também para você que já se prepara há algum tempo e busca uma estratégia de estudos dinâmica e eficiente, o Sapientia desenvolveu a Trilha Regular Extensiva (TRE), um programa completo pensado para otimizar sua preparação, perpassando todos os itens do edital do concurso de forma sólida e pragmática. A TRE utiliza o que há de melhor dos recursos multimídia para unir teoria, prática e aprofundamento para te auxiliar a atingir um ótimo resultado no Concurso da Diplomacia. Curtiu a ideia?

 

 >>> Conheça mais sobre nosso curso regular clicando aqui.

 

Até a próxima!

 

sugestao-de-leitura-para-o-cacd-o-quinze

ARTIGOS RELACIONADOS