Seja Diplomata, Faça Sapientia Recorde de Aprovação no CACD

Matricule-se Agora

Conteúdo Sapiente

Complemente seu Estudo



Nomes de destaque da diplomacia brasileira

Nomes de destaque da diplomacia brasileira: Marquês do Paraná

Nomes de destaque da diplomacia brasileira: Marquês do Paraná

Conteúdo postado em 23/08/2021

Olá, sapientes!

 

Honório Hermeto Carneiro Leão, o Marquês do Paraná, esteve à frente do Ministério dos Negócios Exteriores no Segundo Reinado e teve um importante papel tanto para a política interna do país quanto para a política do Prata. Por isso, vamos conhecer um pouco mais sobre esse grande nome da história da diplomacia brasileira!

 

Carneiro Leão foi um pernambucano que ganhou destaque na política do Segundo Reinado após ter sido nomeado como ministro plenipotenciário para as resolver as questões da região da Prata. Naquele contexto, Juan Manuel de Rosas, então presidente da Confederação Argentina, mostrava ter pretensões de restabelecer as dimensões territoriais do Vice Reino do Prata, o que, de uma forma ou de outra, levaria à incorporação de territórios que hoje são do Paraguai, Uruguai e também do Brasil. Além disso, Rosas proibiu a livre navegação na Bacia do Prata, impondo limites aos interesses comerciais das outras nações da região e dificultando o acesso das forças brasileiras à província rebelde do Rio Grande do Sul.

 

Para solucionar os problemas postos por Rosas, Carneiro Leão vai, em nome do imperador e com o auxílio de José Maria da Silva Paranhos (membro do Partido Liberal e mais tarde Visconde do Rio Branco),  negociar uma aliança com o Uruguai e com algumas províncias rebeldes da Confederação Argentina. Como resultado, em 1851, o Uruguai abandonou sua reivindicação territorial em troca do auxílio brasileiro na guerra contra a Argentina, e, assim, as duas nações assinaram um acordo militar ao mesmo tempo que definiram as fronteiras.

 

Paralelamente, uma aliança contra Rosas com as províncias argentinas de Entre Ríos e Corrientes também foi firmada. E, em 3 de fevereiro de 1852, os aliados derrotaram Rosas, que fugiu para o Reino Unido. 

 

Visconde do Paraná

 

A vitória rendeu para Carneiro Leão o título de Visconde do Paraná, uma referência  ao rio Paraná, uma das afluentes da bacia do rio da Prata, cujo direito de livre navegação passou a ser assegurado com a queda de Rosas.

 

Em relação à política interna, Carneiro Leão foi considerado um liberal moderado nos primeiros anos da carreira política, mas depois foi um dos fundadores do Partido Conservador. Como liberal, foi deputado por Pernambuco durante os primeiros anos conturbados da Regência (1830, 1834 e 1838), período em que as ideias liberais de descentralização prevaleciam com o objetivo de evitar os movimentos separatistas.

 

A carreira de Carneiro Leão 

 

Mas ele não parou por aí… A longa carreira de Carneiro Leão incluiu os postos de ministro da Secretaria de Estado dos Negócios da Justiça (1832 e 1843), dos Negócios Estrangeiros (1843) e da Fazenda (1853 e 1855). Agora como conservador no começo do período do Regresso, ainda durante a regência, fundou o Partido Conservador, juntamente com Bernardo Pereira de Vasconcelos (outro “ex-liberal”) e Joaquim José Rodrigues Torres.

 

Sem falar que o visconde do Paraná é o grande responsável por formular o gabinete da conciliação (1853-1857), um dos momentos de maior estabilidade política do Segundo Reinado. Enquanto esteve à frente do Conselho de Ministros, o Visconde do Paraná logrou conciliar as pautas e demandas de conservadores e liberais, incluindo representantes dos dois partidos no poder. No entanto, com a morte de Carneiro Leão, em 1856, o gabinete da conciliação foi assumido pelo Duque de Caxias, Luis Alves de Lima, que, como novo presidente do Conselho de Ministros, manteve o gabinete unido ainda até 1857, mas sem conseguir grandes avanços para além das atividades de rotina.

 

 

 

Você está se preparando para o CACD?


Para você que está começando agora sua preparação para o CACD e também para você que já se prepara há algum tempo e busca uma estratégia de estudos dinâmica e eficiente, o Sapientia acaba de lançar a Trilha Regular Extensiva (TRE), um programa pensado para otimizar sua preparação, perpassando todos os itens do edital do concurso de forma sólida e pragmática. A TRE utiliza o que há de melhor dos recursos multimídia para unir teoria, prática e aprofundamento. Curtiu a ideia?

 >>> Conheça mais sobre nosso mais novo curso regular clicando aqui.

Até a próxima.

 

sugestao-de-leitura-para-o-cacd-o-quinze

ARTIGOS RELACIONADOS